Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
15/03/22 às 14h04 - Atualizado em 17/03/22 às 11h59

Time de rugby do DF participa da Copa Brasil Centro-Norte 2022

Grupo viaja por meio do Compete Brasília para a disputa, marcada para 19 de março

 

 

Quem já visitou a Esplanada dos Ministérios aos sábados deve ter encontrado uma cena inicialmente inusitada. Toda semana o time Rugby Sem Fronteiras utiliza o espaço verde a céu aberto, em frente à Alameda das Bandeiras, para treinar a modalidade, que explora intenso contato físico. Agora a disciplina e a dedicação do grupo vão ser colocadas à prova com a participação na Copa Brasil Centro-Norte 2022, em Manaus (AM), no dia 19 de março. A equipe vai à competição com apoio do Compete Brasília, programa da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL).

 

Vinte e três atletas e dois integrantes da comissão técnica do DF da categoria semiprofissional viajarão pela iniciativa do Governo do Distrito Federal (GDF) para jogar contra o Grua, da capital amazonense. O torneio, mais conhecido como Pequinations e o principal das regiões Centro-Oeste e Norte, promove vagas para a Copa do Brasil e sucessivamente para o Brasileiro. Por isso, a necessidade de retornar a Brasília com a vitória para ter possibilidade de disputar mais competições.

 

“O Compete Brasília é a melhor coisa para qualquer atleta. Como não temos patrocinador, tudo aqui é bancado pelos próprios competidores e um apoio como esse se mostra fundamental”, destaca Renato Maciel, presidente e esportista do time brasiliense.

 

Apesar de treinar na Esplanada dos Ministérios, a formação atual do Rugby Sem Fronteiras surgiu em Sobradinho, em 2012, nas duas categorias da modalidade (com sete e 15 jogadores em campo). As meninas, aos poucos, também estão retornando aos treinos.

 

Desde quando utilizou a primeira vez o Compete Brasília, em 2014, a turma já viajou com o benefício em pelo menos mais três ocasiões. “Faz parte da nossa missão à frente da Secretaria de Esporte proporcionar condições para que nossos atletas consigam participar de torneios regionais, nacionais e internacionais. Não há como um atleta se mostrar competitivo sem vivenciar esses ambientes. E o Compete Brasília vem justamente para sanar essa dificuldade com aquisição de passagens”, completa a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.