Governo do Distrito Federal
9/05/22 às 15h39 - Atualizado em 12/05/22 às 10h13

Novas piscinas para os centros olímpicos e paralímpicos

Gama, São Sebastião, Samambaia e Riacho Fundo são as unidades beneficiadas s

 

 

As melhorias nos centros olímpicos e paralímpicos (COPs) do Distrito Federal continuam a todo vapor. Atendendo a uma demanda da população e dentro do planejamento de aprimorar cada vez mais os espaços esportivos sob a sua gestão, a Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) assinou, nesta segunda-feira (9), o contrato de reforma das piscinas das unidades de Samambaia, Riacho Fundo I, Gama e São Sebastião.

 

As contratações das empresas Blue Water Piscinas e Construções Eireli e Rei do Lar Construções e Reformas Ltda ocorreram por meio de pregão eletrônico na modalidade menor preço, com o resultado publicado na edição de 5 deste mês do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O valor total é de R$ 1.006.060, montante originário de recursos do Fundo de Apoio ao Esporte (FAE). O prazo estimado para conclusão das obras é de 60 dias.

 

“Essa reforma faz parte do nosso compromisso em entregar melhores estruturas para a comunidade”, afirma a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira. “Esse processo da troca da cobertura visa à economia dos cofres públicos e celeridade na volta às aulas para a comunidade. E ainda tem garantia de cinco anos. Estamos estendendo as melhorias que já estão sendo feitas na parte estrutural dos centros, para as piscinas”.

 

Tratamento e recuperação 

Das mudanças previstas faz parte o tratamento das estruturas existentes com preenchimento e a recuperação de fissuras, reposição e lixamento de azulejos, aplicação de material impermeabilizante nas paredes e piso com fibra de vidro, recomposição de bordas com pastilhas e aplicação da pintura específica, entre outros serviços. O revestimento com fibra de vidro garante maior durabilidade.

 

Os equipamentos do Riacho Fundo I e do Gama serão os primeiros a receber reformas, seguidos pelas piscinas de Samambaia e São Sebastião. Nos próximos dias será assinado também o contrato de reforma das piscinas das sete unidades restantes. Apesar do prazo oficial de 60 dias, a expectativa das empresas contratadas é que as obras terminem em até 40 dias.

 

Aluno no COP do Riacho Fundo Ailton Roriz, 45 anos, aprovou as mudanças na piscina, onde faz natação duas vezes na semana. “O benefício com a reforma é imenso, pois cada aluno que ali está matriculado tem um objetivo. E já faz parte da rotina estar ali treinando e a piscina em boas condições irá nos ajudar muito nessa nossa modalidade”, avalia o aluno, que começou a atividade no início de semestre.

 

ASCOM/SEL