Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/07/19 às 15h10 - Atualizado em 4/07/19 às 12h34

Ginástica Acrobática participa de competição no País de Gales

Esportistas da ginástica acrobática de Brasília partiram nesta semana com destino ao País de Gales. Por meio do programa Compete Brasília, da Secretaria de Esporte e Lazer, eles participam, até 9 de julho, do Moelwyn International Acrobatic Gymnastics. A turma é dividida em um trio e uma dupla, que vai competir em provas variadas.

 

O trio formado por Paloma Vaz Dias,  Maria Eugênia Ribeiro e Keity Kathllen de Almeida fará, pela primeira vez,  apresentação junta no exterior. Paloma é a mais velha da equipe, com 12 anos. Ela  já se apresentou em torneios internacionais e ficou entre as melhores. “Em Daytona Beach, em 2017,  terminei na sexta colação, já na Holanda em primeiro e Las Vegas (EUA) fiquei com a medalha de prata”, contou.

 

A caçula da turma é Maria Eugênia, de nove anos. Apesar da pouca idade já é uma profissional nas acrobacias. Ela pratica a modalidade desde os sete anos e também participou de competições na Holanda e Las Vegas (EUA). Mesmo com experiência, a ginasta ainda sente um friozinho na barriga no momento da apresentação. “Estou um pouco ansiosa, toda apresentação traz este tipo de sensação. É um nervosismo gostoso”, comentou.

 

Já a dupla formada por Valentina Soares, de 11 anos, e Abel Gomes, 18 anos, treina desde o início do ano. Esta será a primeira vez que vão participar de uma competição internacional juntos. “A minha outra dupla era com uma menina, mas eu cresci muito e tive que trocar de parceiro. É a primeira vez que vou competir internacionalmente com ele. Estamos treinando bastante, quero ver como vai ser esta nova experiência”, conta Valentina.

 

A rotina desta turma não é fácil. Eles treinam seis vezes por semana, de segunda a sábado, no contraturno escolar. “É uma rotina pesada, mas eu gosto muito e, por isso, todo esforço acaba valendo a pena”, diz Keity Kathllen de Almeida, 11 anos. Ela é a estreante da turma em competições internacionais. “Vai ser uma ótima experiência. Ver gente do mundo e fazer o intercâmbio com atletas de outros países”, finalizou.


Assessoria de Comunicação

Secretaria do Esporte e Lazer do Distrito Federal