Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/21 às 14h59 - Atualizado em 1/07/21 às 16h37

Esportistas da canoagem participam de torneio na Espanha

Delegação viajou nesta quinta-feira (1) com expectativa de retornar com bons resultados

 

O Distrito Federal será representado no Campeonato Mundial de Canoagem Oceânica, em Lanzarote, nas Ilhas Canárias, na Espanha. A delegação de Brasília, formada por sete esportistas e dois técnicos, viajou por meio do Compete Brasília, programa da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), com a expectativa de retornar ao Brasil com bons resultados na bagagem.

 

“Temos grandes expectativas, tanto na categoria masculina como na feminina. Estamos com grandes nomes e estão bem treinados. A prova tem uma janela de três dias porque depende muito da condição climática, por isso, pode acontecer entre os dias 2 e 4 de julho, com duração de um dia”, explica o técnico Paulo Salomão.

 

Além dos técnicos Salomão e Rafaela Nascimento, estão indo os esportistas Rudah Caribe Bosi, Marcelo Bosi de Almeida, Luciano Ponce Carvalho Judice, Califa Abud Cury Filho, Carmen Lucia da Silva, Lais Vitoria Oliveira e Luiz Wagner Pecoraro. Esse é o primeiro torneio que a turma participa neste ano, e, em julho ainda, devem disputar seletiva nacional para o Mundial e Campeonato Brasiliense de Velocidade.

“Por meio desse importante programa os atletas têm a oportunidade de participar de competições nacionais e internacionais. Além de superarem limites, quebrarem recordes e conquistarem pódios em suas respectivas modalidades, eles ainda levam o nome da capital do país para outros lugares”, diz a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

 

Desde 2017, mais de 10 mil esportistas foram atendidos pela iniciativa que incentiva a participação de atletas e paratletas de alto rendimento no Distrito Federal, das mais diversas modalidades, em campeonatos nacionais e internacionais, por meio da concessão de transporte aéreo e terrestre. Somente neste ano, o Compete Brasília contemplou 297 pessoas.

 

“Quem é atleta sabe que uma viagem para competir acumula diversos gastos com passagens, alimentação, hospedagem. O que muitas vezes o impede de participar de uma competição, perdendo oportunidades”, explica a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

 

POR ASCOM/SEL