Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/08/21 às 13h47 - Atualizado em 6/08/21 às 13h52

Esporte participa de lançamento do novo Sesc Olímpico e Paralímpico

Secretária destaca a importância de iniciativas como essa para incluir, cada vez mais, o DF no cenário de alto rendimento do esporte

 

 

 

Esporte e educação juntos. Essa é a proposta do novo formato do projeto Sesc Olímpico e Paralímpico, que fomentará, a partir de agora, a prática esportiva para crianças e adolescentes, com deficiência ou não, que tenham talento no esporte combinado ao desempenho escolar. A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, participou, nesta quinta-feira (5), da cerimônia de lançamento, que ocorreu no Centro de Atividades Sesc Ceilândia Bartolomeu Gonçalves Martins, na presença de autoridades e representantes do esporte.

 

O Sesc Olímpico e Paralímpico vai atender  jovens atletas com idade entre 7 e 17 anos que possuem alto rendimento em suas modalidades e funcionará em todas as unidades. A iniciativa oferece condições para a prática desportiva nas modalidades olímpicas de handebol, basquete, futsal, voleibol, natação e tênis e nas paralímpicas natação e tênis.

 

De acordo com a secretária Giselle Ferreira, a instituição pode contar com o apoio do Governo do Distrito Federal (GDF) em iniciativas esportivas. “Acredito que o Sistema S e o Estado devem estar unidos. E podem contar com a Secretaria de Esporte. Precisamos valorizar o esporte na cidade. Anuncio aqui também, que depois de 15 anos, conseguimos trazer os Jogos Universitários para Brasília. O esporte é transformador social, é disciplina e é saúde”, reforçou.

 

O presidente do Conselho Regional do Sesc-DF, Valdeci Cavalcante, que deu o pontapé inicial no evento,  lançou a nova versão do projeto destacando a inspiração de países desenvolvidos. “Fico muito feliz quando participo de um evento dessa natureza, sinto que estamos no caminho certo. E, hoje neste evento, com a secretária de Esporte presente, firmamos o compromisso de que vamos participar ativamente para que possamos ter mais jovens do Distrito Federal em grandes competições”.

 

Saiba mais sobre o projeto

 

Quem entrar para o projeto poderá ter bolsa de estudos, reforço nutricional, assistência médica e odontológica, acompanhamento psicológico e, dependendo do desempenho no cenário esportivo, apoio financeiro para as viagens. Para os atletas paralímpicos, o Sesc-DF tem uma parceria com o CETEFE.

 

A próxima seletiva será realizada em setembro com 300 vagas. Para mais informações, deve entrar em contato nas unidades de Ceilândia (61) 3379-9551 e Taguatinga Norte (61) 3451-9112.

 

*Com informações da assessoria de imprensa do Sesc-DF