Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/08/21 às 10h42 - Atualizado em 4/08/21 às 14h08

Atleta brasiliense marcha em busca do pódio em Tóquio

Beneficiado por programas esportivos do GDF, Caio Bonfim participa da prova de marcha atlética na madrugada desta quinta-feira (5)

 

Chegou o momento de uma das principais promessas de medalhas de atletas do Distrito Federal entrar em ação nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O brasiliense Caio Bonfim disputará, nesta quinta-feira (5), a partir das 4h30 (horário de Brasília), a prova de 20 km da marcha atlética, marcando sua terceira participação consecutiva no maior torneio esportivo do mundo. A ideia é alcançar o pódio, meta que quase foi superada na última edição do Rio de Janeiro, quando ele ficou com a quarta colocação.

 

Beneficiado pelos programas Bolsa Atleta e Compete Brasília, da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), Caio Bonfim se destaca como um dos melhores marchadores do mundo e o maior da história do Brasil. Ele faz parte do Centro de Atletismo de Sobradinho (Caso), coordenado por seus pais e técnicos, João Bonfim e Gianetti Sena – primeira brasileira a ganhar uma medalha internacional na modalidade. No currículo do esportista de 30 anos estão duas medalhas de bronze – uma no Mundial de 2017 e outra nos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 – e uma de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.

 

“O cenário no ano passado estava muito mais difícil, muito obscuro, com várias provas canceladas; e, com as Olimpíadas adiadas, deu mais tempo para planejarmos mais”, comentou o atleta em abril, durante visita á SEL. “Hoje estamos fazendo menos provas, mas estou usando esse tempo para treinar ainda mais – na rua, na área rural, na esteira em casa, improvisamos de acordo com a situação. Estamos nos adaptando, porque as coisas mudam muito rapidamente.”

 

Treinamento local 

Dos oito atletas que representam o Distrito Federal nos Jogos Olímpicos, Caio Bonfim é o único que nasceu e continua treinando na cidade, especificamente no Estádio Augustinho Lima. No ano passado, devido à pandemia, o marchador precisou substituir o treinamento na rua pela esteira em casa. Dentro da equipe de atletismo brasileira que disputará a prova com o Caio, estão os esportistas Lucas Mazzo, de Belém (PA), e Matheus Corrêa, de Blumenau (SC).

 

A secretária de Esporte e Lazer (SEL), Giselle Ferreira, acredita no bom momento esportivo do brasiliense para conquistar o pódio na marcha atlética do país. “As marcas do Caio são incríveis”, avalia. “Sabemos como é um atleta focado, disciplinado e resiliente, além de ser a cara da nossa cidade. Tem tudo para voltar de Tóquio com medalha.”

 

ASCOM/SEL