Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
2/09/23 às 22h18 - Atualizado em 2/09/23 às 22h46

Alunos dos Centros Olímpicos e Paralímpicos são destaques nas Paralimpíadas Escolares

Juntos os alunos conquistaram 28 medalhas com pódios das unidades do Parque da Vaquejada, Estrutural, Brazlândia e São Sebastião

 

Apoiada pela Secretaria de Esporte e Lazer, o regional das Paralimpíadas Escolares deixou vários legados no Distrito Federal. Além de consolidar Brasília como a capital do paradesporto, o evento revelou o talento de diversos alunos que treinam nos Centros Olímpicos e Paralímpicos da cidade.

 

Considerado porta de entrada para a inclusão, os Centros Olímpicos e Paralímpicos do DF, espaços conduzidos pela Secretaria de Esporte e Lazer, desempenham um papel fundamental na vida de jovens e crianças. O trabalho desenvolvido nas unidades foi refletido no quadro final de medalhas do regional das Paralimpíadas Escolares.

 

Juntos os alunos conquistaram 28 medalhas, sendo 11 de ouro, 11 de prata e seis de bronze. Os pódios vieram dos Centros Olímpicos do Parque da Vaquejada, Estrutural, Brazlândia e São Sebastião.

 

O secretário de esporte e Lazer, Julio Cesar Ribeiro, comemora a conquista. “Para nós é gratificante ver todos esses alunos vibrando com suas vitórias. Isso significa que estamos no caminho certo quando se trata do trabalho quem vem sendo realizado pelos professores dos COPs”, declara. “Queremos cada vez mais incentivar e apoiar essas competições aqui no DF, uma vez que a nossa missão também é fortalecer ao esporte inclusivo na cidade”, completa.

 

Na unidade do Parque da Vaquejada os destaques vão para a aluna Maria Cecília Lima, que levou o ouro ao vencer a prova de arremesso de peso e bronze na prova dos 800m classe T/F20 sub-14.

 

 

 

Caçula da competição, o aluno Ryan Deyvith, fez sua estreia no evento conquistando duas pratas nas provas de 60m e 150m e bronze no lançamento da pelota na classe T/F35 sub-14. Com os resultados eles garantiram duas vagas para o Brasileiro das Paralimpíadas Escolares que acontecerá em novembro em São Paulo.

 

As medalhas nas provas de natação vieram dos alunos do Centro Olímpico de São Sebastião. Foram sete ouros conquistados pelos alunos Luiz Fernando classe S10 e Adryan Eduardo classe S9. Com os resultados, eles também garantiram a tão sonhada vaga na etapa nacional do torneio. No atletismo quem levou a melhor foi a aluna Juliana Gomes, que garantiu ouro nas provas dos 1000m e no salto em distância e bronze nos 250m.

 

O COP de Brazlândia fez história. Os alunos da unidade também subiram ao pódio 10 vezes. Foram um ouro, seis pratas e três bronzes.

 

Os gêmeos Josepher de Jesus Atanazio e Christopher de Jesus Atanazio, foram os destaques nas Paralimpíadas Escolares. Juntos eles competiram nas provas de 100m e 400m classe T13. Nos 100m Josepher levou a prata e Christopher o bronze. A dobradinha veio nos 400m quando Josepher conquistou o ouro e Christopher a prata.

 

Além dos pódios em família, mais três alunos medalharam na competição. Luiza Ribeiro ficou com o bronze nos 100m e prata no arremesso do peso classe T21. Gabriel Henrique de Melo levou o bronze no arremesso de peso e prata nos 250m classe T35. Yukari Kamilly obteve duas pratas nas provas dos 150m e no arremesso de pelota classe T37.

 

No Centro Olímpico da Estrutural, a aluna Ana Luíza Silva Fernandes, levou três medalhas de prata nas provas de arremesso de peso classe T11 sub-16 e nas provas de 75m e 200m.