Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/02/19 às 18h14 - Atualizado em 1/04/19 às 11h28

Compete Brasília leva atletas para competições no Brasil e exterior

COMPARTILHAR

Os paratletas Dave Raposo, Samara de Oliveira e Rosângela Amada estarão disputando neste sábado (23) e domingo (24) a primeira etapa da Copa Brasil de Paraciclismo de Estrada em Maringá (PR). A prova vale ponto para os rankings nacional e internacional. Os três são os primeiros a viajarem este ano com o apoio do Compete Brasília, da Secretaria de Esporte e Lazer. O programa fornece as passagens aéreas de ida e volta para a disputa das competições.

 

Além deles, o programa patrocina a viagem de mais cinco atletas em competições internacionais.  Um deles é o lutador de Taekwondo  Luis Cândido,  que busca uma vaga nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Entre os dias 28 deste mês e 3 de março, ele disputará o US Open  Champion Ship, em Las Vegas (EUA).

 

Nos dias 1 a 3 de março, será a vez  do skatista Lehi Leite buscar um título para o Brasil no Tampa  AM Skateboard, na Flórida (EUA). Já os lutadores Alisson Bruno e Gabriel Fernandes disputam de 1 a 4 de março o Olympia Qualification de Karate, em Salzburg (Áustria).

 

“O Compete Brasília é um dos mais importantes projetos de assistência aos atletas no Brasil”, disse o secretário de Esporte e Lazer, Leandro Cruz, que já publicou uma portaria alterando os prazos para pedidos do benefício para melhorar ainda o atendimento aos atletas e paratletas.

 

Como participar  –  Os atletas e paratletas interessados no benefício do Compete Brasília devem encaminhar o pedido em formulário disponibilizado no site da Secretaria de Esporte.  A documentação deve ser apresentada ao protocolo desta Secretaria com prazo máximo de  40  dias antes do início de competição nacional e 60  dias antes se for competição internacional.

 

Entre os requisitos para ter direito ao benefício, é preciso estar em plena atividade esportiva; ser vinculado na entidade regional de administração ou de prática da modalidade; comprovar qualificação na modalidade e habilitação para participar do evento para o qual foi selecionado, classificado e inscrito.

 

O programa fornece passagens aéreas e terrestres para atletas e técnicos. Para equipes,  é disponibilizado ônibus.