Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/08/19 às 15h56 - Atualizado em 22/08/19 às 15h56

Atletas do DF participam do Sul-Americano de Wushu

COMPARTILHAR

Evento será realizado na Bolívia e conta com os principais atletas de Kung Fu da América do Sul

Divulgação

De 24 a 25 de agosto, a cidade de La Paz, na Bolívia vai ser palco de um dos mais importantes campeonatos de Wushu das Américas. Os principais atletas desta arte marcial,  também conhecido como Kung-Fu, estarão reunidos para o 8º Campeonato Sul-Americano da modalidade.

 

A  Seleção Brasileira vai contar com quatro representantes do Distrito Federal, que viajaram por meio do Compete Brasília: Daniel Dionísio,  Everson Felipe,  Ângela Ximenez e Aglênio Rodrigues que está indo como técnico dos candangos.

 

“O Sul-Americano é feito a cada dois anos. E para a gente ser convocado é preciso participar primeiro do Campeonato Estadual e depois do Brasileiro. E quem medalhar é convocado para na Seleção”, contou o experiente atleta Daniel Dionísio. Ele participa do torneio pela sétima vez e promete voltar com medalhas para o Brasil. “Eu já participei de quase todas as edições do Sul-Americano. A última vez, em Montevidéu, no Uruguai, eu ganhei todas as provas”. Daniel está na categoria até 85 kg do sanda.

 

O Wushu é praticado em diversas categorias, tem o  wushu sanda que é o de combate e as categorias por apresentação. Também tem a divisão por peso, com mãos livres, como armas longas, sem luvas, etc.

 

O treinador da equipe brasiliense Aglênio Rodrigues, está muito confiante com a equipe que vai brigar por medalhas na Bolívia. “Brasília sempre trouxe bons resultados em grandes competições.  A gente vai com muita confiança. O treinador ainda destacou a importância do apoio da Secretaria de Esporte e Lazer para o desenvolvimento do esporte local. “O Compete Brasília  é muito importante para nós esportistas. Sem o Compete muitos atletas de Brasília não conseguiriam viajar e defender o DF nas competições”, destacou.

 

Everson Felipe participa pela segunda vez desta competição. O ano passado ele conseguiu duas medalhas. Uma de prata e outra de bronze,  em categorias com e sem luvas, respectivamente.  “O Sul-Americano é muito importante e vai servir de preparação para o Mundial”.

 

A novata da equipe é a Ângela Ximenez. A única representante feminina do DF e vai pela primeira vez para uma competição internacional. “Eu estou muito ansiosa.  Mas estou bem preparada para representar o Brasil”, disse.

 

Assessoria de Comunicação
Secretaria do Esporte e Lazer do Distrito Federal