Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/05/19 às 17h14 - Atualizado em 23/05/19 às 17h17

Alunos dos Centros Olímpicos e Paralímpicos assistem ao jogo da Seleção Brasileira pela Liga das Nações

COMPARTILHAR

Mesmo sem conseguir superar a República Dominicana, que alcançou a vitória por 3 sets a 1 (25/22, 25/20, 22/25 e 28/26), a seleção brasileira feminina de vôlei fez a festa dos alunos e professores dos Centros Olímpicos e Paralímpicos de Samambaia, Santa Maria e Gama, que compareceram ao ginásio Nilson Nelson, nesta quarta-feira (22/05), para engrossar a torcida verde e amarela. Um total de 4.562 pessoas marcou presença no local para apoiar o time do treinador José Roberto Guimarães na Liga das Nações.

 

As três unidades esportivas reuniram cerca de 90 interessados, entre 14 e 60 anos, sendo a maioria alunos de voleibol. Para Hugo Alves de Oliveira, 18 anos, do COP de Samambaia, o passeio serviu de experiência para as próximas aulas em sua unidade. “Assistir campeonatos dessas modalidades é bom para nos incentivar a praticar mais e entender o que é certo e errado dentro do jogo. Hoje aprendi várias coisas, que não saberia só jogando dentro de quadra”, detalha.

 

Apesar do resultado negativo para o Brasil, Shaiane Maria dos Santos Nascimento, 16 anos, celebrou a possibilidade de assistir de perto uma partida oficial do time que costuma acompanhar somente pela televisão. “Foi uma experiência incrível que o COP de Samambaia me proporcionou. Conhecer essas meninas, que me inspiro quando treino, é a realização de um sonho. Eu não poderia custear esse evento. O centro está mudando completamente a minha vida”, avalia a aluna de Samambaia.

 

Já Rodrigo Cardoso, de 17 anos, do Centro Olímpico e Paralímopico de Santa Maria, pretende vibrar também pela seleção masculina de vôlei, que duela pela Liga das Nações em junho, também no Nilson Nelson. “O passeio foi inacreditável, experiência maravilhosa. Com certeza, eu pretendo voltar mais vezes”, diz. Foram priorizados os alunos de voleibol das três unidades esportivas. Os gerentes pedagógicos ou professores acompanharam a turma ao passeio, que terminou por volta das 22h30.

 

Nesta quinta-feira (23/05), às 20 horas, com o apoio de cerca de 80 alunos dos Centros Olímpicos e Paralímpicos de Sobradinho, Planaltina e Estrutural, a seleção brasileira encerra sua participação em Brasília, na primeira semana da competição, contra a Rússia. Na sequência desta etapa inicial, o Brasil viaja para Apeldoorn, na Holanda, para jogar contra as donas da casa, a Polônia e a Bulgária. Na sequência, as brasileiras têm como sede Lincoln, nos Estados Unidos, para duelar contra Alemanha, Coréia do Sul e Estados Unidos.